quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

PERIPÉCIAS NA RPM






Ola queridas e queridos!
Hoje vou contar minhas peripécias na aula de RPM!
Fui até a academia conhecer a tal RPM, que é aquela coisa que voce anda de bicicleta sem sair do lugar. Em alguns momentos é simulada uma reta, em outros uma subida onde voce tem de pedalar de pé, em outros tem que correr muuuuuito, enfim um exercício completo para emagrecer.
Bem, la fui eu toda confiante e toda lindinha com cabelinho preso, tênis e roupinha adequada e toalhinha, por questão de higiene. A única coisa errada foi o rímel que eu havia passado de manhã e esquecera de tirar, mas tudo bem afinal, suar um pouqinho não faria mal algum e ele aguentaria.
A professora simpaticíssima, me disse para ir no meu ritmo, ja que era a primeira vez. Eu muito metida, afinal  andava de bicicleta  desde a tenra idade, disse que acompanharia sim, sem problemas. Juro que lembrando agora, vi um sorrisinho sacana no rosto dela. No entanto, ela muito profissional, disse que as primeira aulas eram difíceis, e seria bom maneirar. A besta aqui, fez um muxoxo como quem diz- Bobagem!
Todos se instalaram na bike e som na caixa. Todo mundo começou a pedalar e eu também.
A professora toda sorrisos incentivava.
E todos alegres- e eu também!
E dá-lhe 5 minutos de bike!
E dá-lhe 10 minutos!
E eu começando a suar e resfolegar, imaginando quando ela ia desacelerar...
Então ela grita toda incentivo: - Aí galera, acabou o aquecimento pau na máquina. Trocou para uma música muuuito mais rápida e todo mundo com a mesma felicidade acelerou!
Não acreditei...O QUE? Como assim, acelerar?
Ela olhou pra mim e disse pra eu ir no meu tempo. TODO MUNDO OLHOU PRA MIM. Sorri amarelo e fiz ok com o dedo, porque já não consegui falar. A voz não saía! Busquei forças e continuei pedalando um pouqinho mais forte. Mas não convenci a Pro que me olhou e sorrindo me disse: - Força, puxa mais! Só deu pra abanar a cabeça positivamente. Comecei a pensar - Foi burrice vir pra essa aula. Olhei no relógio estava naquilo SÓ A 12 MINUTOS!!!!! Meu Deus, impossível piorar, pensei comigo.
Mas piorou... a Pro feliz gritou:
- Pra cima todo mundo. E todo mundo ficou de pé nos pedais e começaram a pedalar de pé no maior pique. Pensei: Não dá! Ela olha pra mim e diz , pra cima pra torrar as gordurinhas! E ela disse com  tanta convicção que me convenceu, pois fiquei pensando que depois daquele pesadelo eu ia sair igualzinha aos desenhos animados, onde a personagem sai bem fininha depois de um esfrega. Fui pra cima, mas quem disse que a perna ficava reta? A bunda parecia um barril de duas toneladas, pesava demais e as pernas tremiam. Comecei a resfolegar alto e o peito não dava conta. O suor começava a escorrer da cabeça e só parava lá no cofrinho.
Ela percebendo minha dificuldade, mandou todo mundo sentar e continuar pedalando- sem perder o ritmo, claro. E me perguntou se tava tudo bem. Olhei pra ela sem focar direito, pois ja não tava enxergando direito, mas devo ter feito algum sinal pois ela continuou sem pedir para eu diminuir o ritmo.
Peguei a toalha e passei no rosto, nos braços , no peito e onde mais precisava ser enxugado, pensei que neste momento um rodo seria mais adequado.
Queria parar, mas neste momento parece que a Pro leu minha mente e mandou desacelerar. PUTZ QUE ALÍVIO!!!  Pensei que o pior ja tinha passado, pois ja iam 20 minutos de aula. Quando comecei a andar mais devagar, aliás mais devagar que a "galera" toda, comecei a notar que faltava algo, alguma coisa tava estranha, e então pra meu espanto, pela primeira vez na minha vida me vi sem a dita cuja, ou seja,  o selim da bike, havia amortecido minha batráquia e eu não a sentia mais!!!!!!  De cara me assustei, depois pensei: Uma parte a menos pra sofrer...
Quando estava quase conseguindo respirar, la vem ela mandando acelerar e dizendo que a gente ia começar o trajeto novamente. Aí me revoltei! Pensei: Eles que vão sozinhos eu vou ficar aqui. Ela me olhou e falou: - Vamos, acelera- outro sorrisinho amarelo e acelerei um pouquinho, ela olhou novamente cobrando, dei outra acelerada, ja resfolegando. Foi quando ela saiu da bike e começou a andar pela sala indo na direção  oposta a minha, corrigindo a postura. Sem nenhuma dúvida desacelerei no ato, mas pareceu um imã, ela voou pro meu lado e gritou: -Pra cima gente!  Olhei pra ela e ela fez dedinho pra cima. La fui eu pra cima- olhei o relogio 35 minutos de aula- aquilo não acabava mais, que M... onde fui me enfiar, sou uma idiota mesmo, em vez de ir pra hidroginastica da terceira idade, fui me enfiar nisto!!!!!!
Eu ja tava ate babando,  o pulmão então,  ardia que parecia que ia sair pela boca (sim era melhor sair pela boca, pelo menos eu via que tinha saído, pois se saisse por outro lugar eu nem ia perceber!).
Pensava em parar, mais dizia pra mim, só mais um pouquinho, só mais um pouquinho, e aí ia tentando ir além do meu limite, que ja tinha acontecido meia hora atras.
Comecei a ficar preocupada quando a cada respirada vinha uma chiada feia junto, limpava o suor, como se limpasse parabrisa, as pernas estavam no automático e pensei: Agora eu paro...Foi quando ela disse: - Vamos desacelerando  devagarinho. Olhei no relogio, 45 minutos de aula - TA ACABANDO!!!!!!  Desacelerei no ato, e se houvesse breque era ali mesmo que eu capotava. Meu pé escapou, aliás era a décima vez que os pedais escapavam, só que dessa vez ele me acertou em cheio naquele ossinho do tornozelo-  PQP...QUE DOR!!!....Sairam duas lágrimas, que foram limpas junto com o suor.
Acabou, disse a pro. Eu nem acreditei ACABOU! ACABOU!ACABOU!!!! HUHU CONSEGUI!!!... Masssss....quando fui levantar da bike pra fazer o alongamento, as pernas não corresponderam e cai de joelhos. A pro se assustou e perguntou se tava tudo bem. Que mico!!!...Respondi que senti uma cãimbra, mas tava tudo ok,  me agarrei na bike e me puxei pra cima, com uma imitação de sorriso no rosto ardendo. Tentei sair dali, mas as pernas ainda não correspondiam e fiqui desfarçando, limpando o suor e quando todos haviam saido, me arrastei ate o vestiário pra jogar um pouco d'água no rosto.
Quando me vi no espelho grande(novamente um bendito espelho), a roupa tava molhadinha, colada (hurg) no corpo e tinha subido, mostrando meu corpo de "sereia" e aquela barriga "linda", pendurada sobre a calça que havia descido e mostrava a calçinha. A cara tava roxa, quase violeta, toda descabelada, com o rabo de cavalo torto, quase na orelha e o pior, eu tinha rímel pela cara toda, até na orelha.Parecia que eu tinha acabado de sair de uma luta corporal, e pior, que havia apanhado pra cacete. Uma lástima! Que vergonha!!!
Sentei por uns 10 minutos, ate conseguir respirar direito e o sangue voltar a circular pelo cérebro.
E então, quem entra? A pro! Me vê estática e pergunta: - Ta tudo bem, tá sentindo alguma coisa? Agora, ja podendo responder, não dei o braço a torcer! E disse: - Ta tudo em ordem. Não, não to sentindo nada! Ela me sorri e diz pra eu continuar e que logo logo eu me acostumaria então iria ser ótimo. Retribuo o sorriso e me arrasto escada abaixo, me agarrando furiosamente ao corrimão, senão as pernas por si só não dariam conta do resto do corpo.
Arrastando-me, entro no carro e dou um suspiro profundo de alívio e penso comigo mesma,  que  não menti pra graçinha da Pro, afinal de contas não sinto nada mesmo- não sinto os braços, não sinto as pernas e muito menos a batráquia.


Risquei aula de RPM da minha agenda (pelo menos por enquanto-rs)!


Bijocas

11 comentários:

Renata Janaína disse...

Amiga,
Quase molhei a calcinha de tanto rir, fiquei imaginando a cena e tô até cansada,kkkkkkk.
Vc é hilária, que bom que acabou td bem, não desiste não, vc vai melhorar, força amiga!!
Beijos.

*CAMILA* disse...

muito bom!!! RPM literalmente acaba coma agente!!!
Pois bem... estou eu, lendo meus coment´s e me deparo com uma pessoinha me dizendo pra tomar cerveja sem alcool???
eu bebo é pra fikar ruim minha nega, então não faz sentido!!!!HUAHUAHUA

Maíra ganhando contra o Peso disse...

Você é demais. Não sei porque, me vi em várias cenas descritas no blog...hahaha adoreiii!
Olha, mas vale a pena...minhas 3 primeiras aulas, NA ÉPOCA QUE EU FAZIA ACADEMIA TODO DIA, foram assim...depois, já me senti a Rainha da Cocada Preta!!!!
Já fiz aula de Bike na água. Mas não acho que faça tanta diferença...Prefiro as normais!!!
Beijosss, adorei o post!

Pequeno Falcão disse...

Aiii!
Chega doi a barriga de tanto rir!!!!!!!
Ai miga, não desiste não... olha, lembro de minhas primeiras aulas de uma coisa simples: dança de salão. Parecia que eu ia morrer pq comecei a dançar logo com o teacher e ele não teve dó de mim, resultado: saia de lá lavada! corpo/alma/ tudo junto e separado/sepa rado e tudojunto! rs! depois me apaixonei pelas aulas e hoje, como se vê; não consigo mais largar!
Não deixe de procurar algo que te faça bem!
*E te faça suar! (risos)
Um beijão!

Renata disse...

Imagino o que vc passou, mas não posso deixar de rir, parece até crônica do Luis Fernando Veríssimo kkkkkkkkk

Logo vc acha algo que te faça emagrecer com prazer (e sentindo pelo menos a batráquia kkkkkk)

Bjs!!!!!!!

Clau disse...

Olá???
nossa, adorei seu texto...kkkkkkkkkkkkkkkkk....
muito engraçado, e o pior é q é assim memso...
eu tbm já passei por isso...kkkkkkkkk...e realmente depois agente fica c/ a perna bamba...
kkkkkkk, é muito engraçado... mas vc poderia ter feito no seu ritmo..... mas te entendo...
hoje em dia sou proibida de fazewr essas aulas pois estou c/ bursite no quadril...q pena. pois apesar de tudo eu adoro.
bjsssss.

Lídia Carla disse...

Nossa, seria cómico se não fosse trágico!
hahahhhhhhhahahahahahhahahahahah
Seu texto ficou excelente!
Eu não gosto de academia sabe?!
Morro de vergonha é por essas e outras..
Beijos!

Dricka disse...

Leila, me desculpe, mas eu ri igual a uma hiena, rs.
Gente, eu nem cogito a idéia de fazer uma aula dessas, por que outro dia um professor de educação fisíca na academia me chamou com outra colega pra fazermos isso e eu quase infartei. E no outro dia ele me chamou pra correr 12 minutos sem parar e eu quase quebrei as pernas, rs. Deus Me livre! Beijos!Obrigada pelo selinho.

Eliane disse...

hahahahaha adorei ...

nunca vou entrar nessa tal de rpm...

obrigada pelos selinhos...
não sei bem como funciona mas vou tentar...
é só copiar pro meu blog ?

bjoss

Grazi disse...

Leila,
vc é incrível!!
Belo texto ! Estou morrendo de rir até agora!
Obrigada pelos selos e pelas visitas, amiga.
E cuidado com essas aulas de RPM.

Um tempo atrás, entrei na academia e tive que sair. Pois eram duas horas de sofrimento e no final não consegui emagrecer. Apenas consegu adquirir dores pelo corpo. Então moça, cuidado!!

Temos que respeitar os limites do nosso corpo. Sei que ficou com vergonha de sair da aula. Mas agora , ficou a experiência de que RPM só daqui um tempo.

Beijos

☆╮PORCA-ROSA ☆╮ disse...

Leila obrigadinha pela visita e apoio na semana passada!O pior que nem era tpm,era banha mesmo!
Mas tudo bem um dia de cada vez...devagar e sempre
né amiga?Beijos.

Postar um comentário